Você sabia que seu padrão de respiração regular  pode estar estragando o seu corpo e suas funções de várias maneiras diferentes?

Exatamente isso! Sem saber,  você pode estar bagunçando  seu sono, humor, coração, sistema nervoso, sua digestão, seus músculos, seu cérebro e até mesmo o desenvolvimento de seus dentes e a estrutura de seu rosto. CREDO, NÉ?!

Por outro lado, podemos obter alguns benefícios a partir  do momento em que aprendemos alguns princípios simples para uma respiração adequada.

Alguns desses benefícios são:  ganho de mais energia, saúde melhorada, maior harmonia, menos ansiedade, menos medo, melhores relacionamentos e uma vida mais feliz de modo geral.

Soa muito bem, não é mesmo? E isso é realmente possível, já já você saberá como.

 

RESPIRAÇÃO CONSCIENTE

Então, o que de fato seria a respiração correta?  Em suma, significa respirar de uma forma que seja fisiologicamente ideal para o seu corpo. Essa é a maneira como você é projetado para respirar, porém, você nunca foi ensinado a fazê-lo dessa forma.
A maioria de nós respira de uma maneira que deixa muito a desejar, acarretando algumas consequências negativas, como hiperventilação ou  respiração rasa.

Padrões de respiração inadequados são muito estressantes para o corpo e levam a uma escassez de oxigênio e energia.

A solução é tornar-se altamente consciente da forma como você respira e remodelar sua forma habitual de respiração.

Então, por que isso é importante?

 

AS CONSEQUÊNCIAS DA SUCÇÃO NA RESPIRAÇÃO

Maus hábitos de respiração podem dar origem a uma série de efeitos negativos inesperados sobre a nossa saúde e nosso bem-estar.

Alguns dos mais importantes são:

O sistema nervoso torna-se desequilibrado – A respiração é muito importante na manutenção de um corpo equilibrado, porque tem um efeito imediato sobre o sistema nervoso.  Um hábito respiratório disfuncional, como um curto e forçado, resulta em um corpo tenso e em níveis muito mais elevados de estresse.

As vias aéreas ficam mais apertadas – Fica mais difícil para o ar fazer o seu caminho para dentro e para fora dos pulmões. Para compensar, temos de trabalhar mais e respirar mais rápido para fazer o mesmo trabalho.

Os vasos sanguíneos se constroem – o que pode levar a uma maior pressão arterial, fazendo o coração ter de trabalhar mais.

Menos energia é produzida –  A má respiração diminui a capacidade do corpo para fornecer oxigênio para as células. Elas ficam estressadas e têm de priorizar a sobrevivência em vez do desenvolvimento.

Todos e cada um dos processos no corpo são dependentes de oxigênio. Alguns dos nossos órgãos mais intensivos em trabalho são:

  • O cérebro – Usa 20% do oxigênio que consumimos. Quando há uma escassez de oxigênio, o cérebro vai trabalhar mais devagar e, como o cérebro regula diversas outras funções no corpo, elas também serão afetadas.
  • O coração – constantemente ativo e batendo cerca de 100.000 vezes em um único dia, o coração é um grande consumidor de oxigênio, e a escassez de suprimentos significa que o coração pode não bombear o sangue de forma eficaz. Isso leva a uma má circulação, e o resultado pode ser friagem nas mãos e nos pés.
  • Os músculos – A escassez de oxigênio tem um efeito negativo sobre a resistência e rigidez dos músculos, deixando-os tensos e cansados mais rapidamente.

Agora, nossos corpos sofrem muitos outros efeitos de uma respiração ruim, incluindo dentes tortos e “anormalidades craniofaciais”, mas não é nosso objetivo aprofundar sobre esse tópico.

OS 5 PRINCÍPIOS FÁCEIS DA RESPIRAÇÃO APROPRIADA

O nariz é para respirar, já a boca é para comer!

Você deve estar pensando: “uau! Esses são efeitos horríveis…”

E você está certo! Mas, felizmente, existem 5 princípios fáceis de serem seguidos para otimizar sua respiração e ganhar todos os efeitos positivos que vem com ela.

Veja como executar as mais de 25.000 respirações que você realiza todo dia de forma mais relaxada e harmônica, reduzindo as maneiras que causam mais estresse e tensões. É muito fácil, basta você pegar o jeito:

  1. Respire pelo nariz

A respiração deve entrar e sair pelo nariz. Seu nariz é como uma fábrica que refina e prepara o ar que vem para ser usado pelo corpo tão eficazmente quanto possível.

Quando você respira pela boca, os pulmões recebem muito mais ar “não-filtrado”, que é cru, frio, seco e cheio de vírus e bactérias. Seja gentil com seus pulmões e respire pelo nariz, certo?

Se você sente que seu nariz está muito entupido para fechar a boca, é provável que você tenha respirado pela boca por tanto tempo que seu nariz se tenha adaptado.

Geralmente, em apenas poucos dias de respiração pelo nariz , suas narinas estarão abertas novamente.

  1. Respire com o diafragma

O ar que você respira por seu nariz deve percorrer todo o caminho até a sua barriga. Seus músculos respiratórios consistem no diafragma e músculos no abdômen, peito, pescoço e ombros.

70-80% da inalação deve ser feita pelo diafragma para que sua respiração seja agradável e profunda. Isso tem algumas vantagens:

  • Ajuda seus pulmões com a troca de gases, deixando-a muito mais eficiente.
  • O diafragma massageia seu fígado, estômago e intestinos, dando a esses órgãos um equilíbrio rítmico.
  • O sistema linfático, que é importante para o nosso sistema imunológico, obtém a ajuda de que necessita para se livrar dos resíduos dos intestinos.
  • A pressão no peito e barriga é diminuída para que o coração não tenha de trabalhar demais.
  • Um trabalho muscular mais eficiente, uma vez que os músculos respiratórios errados não terão que fazer um trabalho desnecessário.
  • À medida que o peito fica mais relaxado, o pescoço e os ombros tendem a diminuir dores com que você já até havia se acostumado e achava naturais.
  1. Respire Relaxado

Não importa o que queremos fazer, estremos melhores se estivermos relaxados. Como nossa respiração reflete nossos pensamentos, sentimentos e corpo físico, as situações que nos fazem sentir tensão também levam a uma respiração igualmente tensa e estressada.

Essa maneira de respirar leva a uma falta de oxigênio que, por sua vez, torna o corpo e o cérebro ainda mais estressados.

Ao assumir o controle da nossa respiração e torná-la mais relaxada, nosso corpo se acalma e fica relaxado, tendo um melhor funcionamento nas funções em geral.

Quando o corpo está relaxado, a saúde é boa, a energia é alta e torna-se mais fácil ser feliz e amoroso consigo e com os outros.

  1. Respire Ritmicamente

 Tudo tem um ritmo natural – as ondas do mar, as estações, a lua. Seu corpo não é diferente. O ritmo do coração é medido em ECG, e o do cérebro em EEG.

Os hormônios no corpo seguem nosso ritmo natural. Um bom exemplo é o da melatonina, que é liberada quando vamos dormir.

Respiração ideal não é diferente, é no ritmo que encontramos bem-estar. Quando tudo está em sintonia, o corpo funciona em sua melhor maneira.

  1. Respire silenciosamente

Tosse, ronco, chiado e assim por diante são respirações subóptimas disfarçadas.

É fácil negligenciar todos esses sons que estamos fazendo, mas um padrão de respiração que contém muitos desses elementos faz uma enorme pressão sobre o corpo. O fôlego natural cai fora de seu ritmo, e nós bagunçamos o princípio número 4.

Antes de suspirar ou tossir, geralmente tomamos uma grande inspiração, o que leva a uma respiração irregular. O ronco significa que temos de compensar a respiração mais rapidamente.

Muitos de nós respiram rapidamente, até mesmo durante a fala. Todos esses ruídos e conversas levam a uma respiração incorreta.

5 MANEIRAS FÁCEIS DE RESPIRAÇÃO ADEQUADA

 

“Ok, beleza, mas como faço para implementar a respiração correta em minha vida?”

Vamos lá:

  1. Respiração consciente – Tenha consciência de como você está respirando durante diferentes partes do dia. Uma dica prática para isso é deixar o alarme do seu telefone disparar a cada hora ou mais e verificar como a sua respiração está em cada vez que ele tocar. Você está respirando relaxada, rítmica, silenciosa e profundamente pelo nariz? Existe uma margem para melhorias nessa situação específica?
  2. Respire pelo nariz – A boca fechada, com a língua colocada no palato garante que a respiração aconteça dentro e fora do nariz. Se seu nariz é entupido, faça um enxágue nasal.
  3. Exalar estendidamente – Uma expiração prolongada aumenta o relaxamento e torna a inalação mais profunda e mais rítmica. Para uma respiração ideal, a inalação deve ser de 2-3 segundos e a inalação de 3-4 segundos, seguida por uma pausa de 2-3 segundos. A expiração prolongada também tem um efeito positivo sobre a inalação, que acaba se aprofundando.
  4. Postura reta – Uma postura ereta leva a uma respiração mais profunda, dando ao diafragma mais espaço para trabalhar. Seus pensamentos e sentimentos são afetados de forma positiva, e, ao mesmo tempo, fica mais fácil respirar pelo nariz.
  5. Consciência do corpo – Esteja atento ao seu corpo e a quão tenso ou relaxado ele está em situações diferentes. Um corpo descontraído facilita a respiração rítmica e relaxada.

Por fim, obrigado pela leitura – você nos tira o fôlego…rsrs!